QueixacrimeLisboa - A Associação Mãos Livres deu entrada hoje em Luanda na Procuradoria Geral da República de uma queixa crime de corrupção e branqueamento de capitais contra alguns colaboradores do presidente da república de Angola José Eduardo dos Santos.

Na Suiça ONG pede reabertura de investigação a JES

David Mendes, um advogado da organização disse que foram apresentadas “queixa crime contra Joaquim David, José Leitão, José de Paiva e Costa, Pierre Falcone, Vitaly Malkin e Alcadi Gaydmak”,.

David Mendes Advogado da Associação Mãos Livres apresentou publicamente um relatório de 170 páginas contendo matérias que consideram de provas dos crimes cometidos pelos visados. O documento foi também apresentado que simultaneamente na suíça.

Depois da Suíça o relatório vai ser entregue a outros países como Estados Unidos da América e Portugal.

Esta queixa crime segundo David Mendes é uma sequencia de um processo anterior que havia culminado com a retenção em bancos suíços de avultadas somas em contas de dirigentes angolanos da altura.

Mendes disse ser uma “mentira” declarações do governo angolanos segundo a qual os milhões de dólares tinham sido devolvidos.

"Contrariamente ao que o governo angolano diz que a Suíça devolveu o dinheiro a Angola este dinheiro foi congelado e fruto de um acordo o mesmo dinheiro deve vir ao país, para ser aplicado em acções sociais," disse.

Na queixa crime depositada hoje na PGR não consta o nome do presidente José Eduardo dos Santos por uma questão de estratégia, diz o causídico.

"Desta vez não incluímos na nossa queixa José Eduardo dos Santos para não dar possibilidades ao procurador de dizer que  não pode investigar porque José Eduardo dos Santos está protegido constitucionalmente," explicou em referência a uma decisão recente do procurado de investigar alegações de corrupção contra o chefe de estado.

Mendes considerou que no relatório de 170 páginas apresentado hoje em Luanda e na Suíça constam matérias de provas suficientes para aferir que os dirigentes angolanos aproveitaram-se da guerra que o país viveu para se enriquecerem.

"Quando pensávamos que a guerra trazia miséria aos angolanos, um grupo de indivíduos estava a enriquecer," disse.

Na Suíça a organização “Anti-corruption Watch” pediu a procuradores para reabrirem uma investigação  contra entidades ligadas a José Eduardo dos Santos.

A organização diz ter novas provas que o presidente angariou dezenas de milhões de dólares de subornos nos anos de 1990 quando autorizou um plano para pagar dividas á Rússia que eram do tempo da União Soviética.

Anteriormente as autoridades suíças tinha abandonado uma investigação criminal afirmando não haver provas suficientes.

Na altura os procuradores suíços estavam a investigar as condições de um acordo de 1996 entre a Rússia e Angola para o pagamento de 1.500 milhões de dólares de uma divida total de 5.000 milhões à então União Soviética.

Um dos principais beneficiados desse acordo teria sido o Presidente dos Santos. Foi nessa altura que a Suíça congelou contas bancárias em nome de dirigentes angolanos

Andrew Feinstein um dos autores do relatório agora entregue disse declarações bancarias indicam que o presidente angolano beneficiou do envolvimento  desses acordos.

Feinstein disse que as novas provas eram muito mais detalhadas do que aquelas anteriormente apresentadas e que as autoridades suíças disseram não ser suficientes.

*Manuel José
Fonte: VOA

Adiciona comentario


Security code
refrescar

OBJETIVO DO MPDA
25 Jul 2016 10:01OBJETIVO DO MPDA

Luanda - O M.P.D.A. é um Movimento cívico fundado pelos Patriotas angolanos em Bruxelas, aos 14  [ ... ]

Leia mais...
PROJECTO DE REFLEXÃO
25 Jul 2016 09:55PROJECTO DE REFLEXÃO

Bruxelas - Os desafios para a mudança em curso Análise sobre o futuro de Angola    [ ... ]

Leia mais...
COMO FOI QUE O ULT TRA- PENETROU O REVISIONISMO MO...
15 Jul 2016 14:36COMO FOI QUE O ULT TRA- PENETROU O REVISIONISMO MODERNO PENETROU NO MPLA? E DAI PARA A AFRICA.

COMO FOI QUE O ULT TRA- PENETROU O REVISIONISMO MODERNO PENETROU NO MPLA? E DAI PARA A AFRICA.  Pa [ ... ]

Leia mais...
Subornos à Sonangol colocam sete executivos às con...
15 Jul 2016 14:08Subornos à Sonangol colocam sete executivos às contas com justiça britânica

A empresa britânica F.H. Bertling Ltd, especializada em logística, e sete executivos a ela associa [ ... ]

Leia mais...
Bruxelas - ALTERAÇÃO DA MANIFESTAÇÃO CONTRA OS ASS...
15 Jul 2016 14:00Bruxelas - ALTERAÇÃO DA MANIFESTAÇÃO CONTRA OS ASSASSINATOS DE AFRO-AMERICANOS - MPDA

Bruxelas - PT* O MPDA vem através deste comunicado informar todos pacifistas, associações, orga [ ... ]

Leia mais...
MICHELLE OBAMA AMEAÇADA À MORTE PELO UM POLÍCIA AM...
14 Jul 2016 16:16MICHELLE OBAMA AMEAÇADA À MORTE PELO UM POLÍCIA AMERICANO DETIDO DEPOIS

Luanda - m agente da corporação americana foi detido por ter ameaçada matar a primeira-dama dos [ ... ]

Leia mais...
MANIFESTACÃO CONTRA ASSASSINATOS DE AFRO-AMERICANO...
14 Jul 2016 16:02MANIFESTACÃO CONTRA ASSASSINATOS DE AFRO-AMERICANOS NOS ESTADOS UNIDOS DEFRONTE A EMBAIXADA AMERICANA EM BRUXELAS

Luanda - PT:* Sra & Sr, Esperamos vos ver numerosos esta Sexta-feira dia 15 de Julho de 2016  [ ... ]

Leia mais...
LÍDER DO MPDA REGRESSA PARA A BELGICA
12 Jul 2016 11:58LÍDER DO MPDA REGRESSA PARA A BELGICA

Bruxelas - epois quase três meses da ausência, enfim o protagonista do MPDA regressou este Sába [ ... ]

Leia mais...
LIDER DO MPDA NO PARLAMENTO EUROPEU A PROCURA DE N...
30 May 2016 15:55LIDER DO MPDA NO PARLAMENTO EUROPEU A PROCURA DE NOVOS PARCEIROS PARA A CAUSA DE ANGOLA

Bruxelas -  líder o MPDA abre um novo capítulo da sua luta contra a ditadura, a corrupção e as [ ... ]

Leia mais...
"Angola está à beira do colapso", denuncia Abel Ch...
26 Nov 2015 01:03

Luanda - Líder da Casa-CE revela estratégia de dirigentes do regime de levar dinheiro para o exter [ ... ]

Leia mais
Samakuva expulsa jornalistas
26 Nov 2015 00:21Samakuva expulsa jornalistas

Luanda - O Jornal de Angola, também conhecido por Pravda ou Boletim Oficial do regime, foi impedi [ ... ]

Leia mais
Eleições em Agosto de 2017
26 Nov 2015 00:14Eleições em Agosto de 2017

Luanda - As próximas eleições gerais em Angola deverão realizar-se em Agosto de 2017, disse ho [ ... ]

Leia mais
Parlamento angolano - À falta de José Eduardo dos ...
25 Nov 2015 02:14Parlamento angolano - À falta de José Eduardo dos Santos sobrou o silêncio

À falta de José Eduardo dos Santos sobrou o silêncio Discurso sobre o Estado da Nação troux [ ... ]

Leia mais
RESUMO DO SEXTO DIA DO JULGAMENTO DOS 15+2 “TAPAS ...
25 Nov 2015 00:15RESUMO DO SEXTO DIA DO JULGAMENTO DOS 15+2 “TAPAS A CARA EU TAPO A BOCA”

Luanda - - TPA GANHA EXCLUSIVIVIDADE DE IMAGENS DO TRIBUNAL  2- QUESTÕES DA ACUSAÇÃO AO REU  [ ... ]

Leia mais
Sociedade civil angolana quer que PR fale sobre cr...
14 Oct 2015 22:24Sociedade civil angolana quer que PR fale sobre crise no país

Luanda - Discurso sobre o estado da Nação é amanhã. O discurso sobre o estado da Nação a  [ ... ]

Leia mais
O Desastre da Diplomacia do MPLA no Parlamento Eur...
14 Oct 2015 22:13O Desastre da Diplomacia do MPLA no Parlamento Europeu

Luanda - m 40 anos de poder, os dirigentes do MPLA têm evoluído pouco em termos de discurso  [ ... ]

Leia mais
Ana Gomes acusa Procuradoria angolana de estar ao ...
12 Oct 2015 10:28Ana Gomes acusa Procuradoria angolana de estar ao serviço do poder

Luanda - A eurodeputada Ana Gomes disse hoje à Lusa que a acusação de "rebelião", anunciada pel [ ... ]

Leia mais
outros artigos

ESCUTE A RÁDIO !

 
GSM - Tablettes - Smartphones - Mobiles

Publicidade : +32 493 84 66 30 +32 484 50 60 29

Angodiaspora sur faceboook

Estatistícas do Portal

1412164
Hoje
Ontém
Esta Semana
Semana Anterior
Este Mês
Mês Passado
Ao Total
981
1045
3425
1396550
41674
47429
1412164

QUEM SOMOS NÓS ?

QUEM SOMOS NÓS?

Nós somos um grupo de jornalistas, ciêntistas, políticos, sociedade cívil e a Voz de sem Vozes, que pretendem transmitir através o mundo, o grito de um Povo sequestrado e oprimido de Angola e do mundo em particular.
Achamos que a informação deve ter fontes multíplas e essencialmente independentes dos poderes políticos e das forças económicas. Fazem parte desta independência, os jornais, a rádio, as televisões, os portais (web), os diferentes espaços sociais, assim como as instituições de sondagem e as instituições estatistícas.

Leia mais